Pesquisar este blog

Translate

sexta-feira, 19 de setembro de 2014


Qual a Real Razão da Rede Globo estar Abordando o Tráfico de Mulheres na Novela Salve Jorge?

Estava pensando estes dias, seria a rede globo tão benevolente em querer divulgar e combater o tráfico de mulheres, através da novela Salve Jorge e consequentemente todos os outros programas da rede?

Sabendo o que sabemos sobre a NOM e a Globo, haveria de ter outra motivação para a rede globo introduzir este assunto na novela das 8. Estes dias, em um destes programetes um artista fez um comentário que me deixou 
com
  uma pulga atrás da orelha, e desconfiado da verdadeira razão da Globo estar abordando este assunto, já que sabemos que a benevolência não é o seu forte.

A real razão, na minha humilde opinião, seria preparar o caminho para legalizar a prostituição no Brasilaproveitando a chegada de milhões de turistas para a Copa do Mundo e Olimpíadas, detonando com qualquer resquício de moral que ainda exista no país. A abordagem do tráfico de mulheres serviria para pressionar a população a aceitar, ou até mesmo exigir, a legalização e regulamentação da prostituição. Afinal, quem não iria aceitar a legalização da prostituição quando é apresentado como única outra opção o tráfico de mulheres?

O detalhe é que mesmo os países que tem a prostituição legalizada ainda tem problema de tráfico ilegal de mulheres.

Apenas ressaltando que sou totalmente contra o tráfico de mulheres e solidário com os que sofrem com este problema, bem como com as pessoas que acabam caindo na prostituição.

Recomendo que leiam também este tópico do Fórum Anti-NOM.

A questão da legalização da prostituição para a Copa do Mundo já tinha sido discutida neste tópico do Fórum, mas não por este ponto de vista.Abaixo dois artigos sobre o projeto de lei em andamento que visa legalizar a profissão de prostituta e um ótimo texto sobre o assunto.

---------------------------------------
Deputado quer aprovar até a Copa projeto de lei que regulariza a prostituição no Brasil
De olho no aumento da exploração sexual durante a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) protocolou um projeto de lei na Câmara dos Deputados para regularizar a profissão das prostitutas.
Ele quer que a proposta seja aprovada até 2014, para evitar a proliferação de casos como o divulgado no último dia 10, quando uma jovem conseguiu fugir de uma casa onde era explorada sexualmente e mantida em cativeiro, em São Paulo.